Enzo Anselmo Ferrari(800)GPS

 
 Fernando Alonso, Stefano Domenicali e Felipe Massa
Nada mais que 800 gps, uma marca incrível foi comemorada em 30 de Maio de 2010, a equipe mais próxima que existe em relação a Formula 1, a historia de uma esta impregnada com a da outra. O responsável por isto Foi um italiano nascido em 18 de Fevereiro de 1898 na cidade de Módena chamado Enzo Anselmo Ferrari.
A marca Ferrari nasceu em 1928 pelas mãos de Enzo, um génio do esporte a motor, uma exemplo de homem organizado, tantos foram os adjetivos que lhe deram como autocrata antipático, um rude camponês italiano, uma pessoa bondosa e amoroso pai que nunca superou a morte de seu filho Alfredino Ferrari, que morreu em 1956, aos 26 anos, sofrendo de distrofia muscular progressiva.
Enzo, filho de um metalúrgico, era apaixonado pelo esporte a motor desde os dez anos, após servir ao exército na 1ª guerra mundial conseguiu emprego de motorista de chassi de caminhão e os conduzia até a montagem, frequentava locais aos arredores de Milão onde circulavam muitas pessoas ligadas ás competições. Logo conheceu Ugo Sivocci chefe de teste de uma empresa chamada Contruzioni Mecaniche Ntional “CMN”,que reconstruía veículos militares, mas que planejavam investir na área de carros esportivos, usando seu famoso dom de persuasão para fazer Sivocci o colocar como seu assistente, e rapidamente já estava tendo sua primeiras experiências em competições de curta duração. Em seguida foi trabalhar em uma área semelhante na Alfa Romeo que na época não tinha muita fama, mas que tinha projetos em competições, e então atúou como piloto de testes e em algumas ocasiões participava das corridas,
Suas habilidades e coragem foram reveladas que eram maior como administrador do que como corredor, em 1924 quando a Alfa o inscreveu no Grande Prémio da França, ele guiou seu carro na sessão de treinos livres, e em seguida parece que fingiu estar doente para pegar um trem de volta para casa, nesse dia sua imagem como piloto se apagou.
Mas antes deste questionável verdadeiro ou não fato de um piloto de grandes prémios, Enzo Ferrari conseguiu uma vitoria que marcaria sua vida, ele ganhou de presente da Condensa Paolina mãe de Francesco Baracca, o símbolo do filho usado no seu avião duranta a guerra, segundo ela daria sorte, então levou para casa um escudo do aviador, que havia um símbolo de um cavalo empinando que até hoje adorna alguma parte de todos os carros feitos pelas fabricas Ferrari quer em competição quer em carros de passeio.

Enzo constituiu em 1929 à Scuderia Ferrari, controlando um grupo pequeno de carros esportes e bicicletas a motor.

Mas ainda ficou em contato com a Alfa Romeo, quando voltou para as competições de Grandes prémios em 1930 foi de forma não oficial mas conservando o nome sendo assim uma parceria nas competições, sociedade que acabou no final de 1930, apesar de ter conseguido bons resultados com os pilotos Tazio Nuvolari e Achille.
 A partir deste ponto Enzo criou carros de sua própria fabricação, inicialmente eram dois carros esportes na famosa Millie Miglia.
Após o fim da guerra, as competições foram reiniciadas com carros da marca Ferrari disputando nos grandes prémios, estão correndo a 800 Gps.
Enzo Ferrari morreu em 1988 aos 90 anos e deixou um legado de brilhantismo,paixão, velocidade e cor que ele empregou em sua existência criando a marca mais charmosa e Fascinante da historia dos automóveis.

Primeiro Grande carro Inglês

Nos sabemos que a Formula 1 tem sua essência da Inglaterra, de la surgiu o primeiro Grande Premio em Silverstone. Ingleses são sinónimos de tradição na F1.
 Mas o primeiro grande carro Inglês bem sucedido, surgiu apenas quatro anos após o inicio do campeonato mundial, e uma copia descarada da Ferrari, era o carros feito pelo industrialista Tony Vandervell.
Ele havia estado antes na equipe BRM e posteriormente em uma Ferrari modificada, então criou a Vanwall em 1954, um carro feito com o motor Norton das corridas de Motociclismo, ele modificou o tamanho deste para quatro vezes mais e contou com a ajuda do engenheiro do motor, utilizou também o eixo da caixa e manivela do Rolls Royce, e
apesar de o chassis do carro ser uma copia da Ferrari, a Vanwall contava com freios a disco, e Injeção de combustível, sim nesta época.
Em 1956 o motor passou de 2.0 para 2.5 litros, e montado num novo chassi, projetado por Colin Chapman, sendo consideravelmente mais avançado, o carro so tendia a se elevar, e ainda mais quando Chapman questionou sobre Tony trazer Frank Costin que era especialista em aérodinamica de aviação que havia feito um ótimo trabalho na Lótus com carros esportivos., então Costin construiu uma carroceria muito bem feita em aerodinamica para o chassi de Chapman e o resultado se transformou na liderança do grande premio da Itália.
A equipe conseguiu contratar dois grandes pilotos, Stirling Moss e Tony Brooks, onde o primeiro existo aconteceu de forma oportuna no grande premio da Inglaterra, em Aintree, os dois pilotos compartilharam a vitoria, nesse ano de 1957 Moss ainda conquistou mais dois êxitos, no ano seguinte os dois pilotos deram a equipe o titulo de construtores com três vitorias cada um.
Moss falava que faltava motor ao carro, ele não respondia satisfatoriamente mas ele tinha uma boa aérodinamica para velocidade em retas associada a bons freios.

 Carro Vanwall
Tony Vandervell  fez fortuna vendendo os rolamentos “Clevite” para a linha aeronáutica e motores em geral, esteve sempre ligado ao mundo da velocidade, inicialmente com seu irmão Guy Anthony Vandervell que na década de 20 estava envolvido com corridas de automóveis e motocicletas.

A equipe começou a nascer na cabeça deste milionario industrial quando o rolamento foi empregado nos v12 das Ferraris transformando elas em unidades competitivas nas pistas, logo após foi procurado pelo ex piloto Raymond Mays para ingressar na equipe BRM, onde em pouco tempo por ocasião de desorganização da mesma acabou se retirando para comandar uma Ferrari cedida por Enzo Ferrari que foi nomeado de Thinwall Special, ao tentar conseguir um modelo mais avançado do que tinha em mãos, recorreu novamente a  Enzo que por vez com medo de ter cedido a tecnologia que poderia vazar para a equipe BRM, deixou Tony esperando por três horas após a hora marcada na fabrica Italiana, furioso Vandervell foi embora e iniciou a equipe Vanwall, desta forma Nasceu o primeiro grande carro inglês.
A equipe teve sua conquista do titulo de equipe junto de tristeza em 58 com a morte de seu piloto Stuart Lewis-Evans na prova final, Vandervell se culpou pelo fato e o entusiasmo terminou naquele ano, onde a equipe apenas foi levada para frente de forma discreta e em seguida com problemas de saúde foi dada encerrada a Vanwall.
Este grande nome da historia da Formula 1 morreu em 1967