Formula 1 com Tração nas Quatro Rodas

A Formula1 no final dos anos sessenta teve inovações frustrantes, os projetistas na eterna busca de aperfeiçoamento, alem de permanentes e eficazes asas aerodinâmicas, os bolidos também ganhariam uma fracassada tração nas quatro rodas.

Ferguson primeiramente experimentou no P99, um veículos que servia para teste, foi apresentado em 1961 e tinha o motor climax na dianteira, foi suficiente para dar a vitoria de Stirling Moss em uma corrida na chuva em Gold Cup na pista de Oulton Park no mês de Setembro daquele mesmo ano que não valia pelo campeonato mundial.

Mas as pesquisar apesar do bom resultado não foram adiante, até pelo menos em 1964 quando a BRM experimentou a tração nas quatro em seu P67, na ocasião o piloto Richard Attword não completou o Grande Prémio da Inglaterra.
Em 1969 quando os carros da F1 beiravam a meta dos 150 bhp por litro, a tração das quatro rodas novamente estava em alta, parte disto era a discussão sobre a velocidade da Lotus 56 Turbinada e à Lola T52 .
Neste mesmo ano, o titulo da F1 foi para Jackie Stewart com tração nas duas rodas, A Mclaren, Matra e Cosworth iniciaram seus projetos fracassados. Logo ficou óbvio que a inerente alteração no peso não seria compensada com uma maior tração nas curvas, a Lotus foi a primeira equipe a mudar a distribuição do torque entre os diferenciais, botando muito mais pressão no traseiro levando a praticamente invalidar o efeito tração nas quatro rodas.

O melhor resultado obtido por um piloto em grandes prémios guiando um carro de tração nas quatro rodas, foi um sexto lugar de Johnny Servoz Gavin com uma Matra no Canadá, enquanto a Mclaren abandonava o projéto, segundo seu piloto Derek Bell o carro “era uma coisa horrorosa”.

A tração nas quatro rodas no cenário da Formula 1 fracassou por ser pouco desenvolvidas, os pneus eram produzidos para duas rodas, alem de  tudo que havia se pensado até aquele momento também destinava-se a outro propósito, sendo esta mais uma ideia infeliz para melhorias no que envolve circo da Formula 1.

Um Grande Premio de 1969

Você sabia: Nesta epoca que os engenheiros tinham por objetivo alcançar os 150 bhp por litro, um novo motor surgia como uma lenda.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s